A cidade dos fantasmas || E. V. Schwab

Fantasia Resenhas

A cidade dos fantasmas || E. V. Schwab

A Cidade dos Fantasmas, V. E. Schwab, Editora Galera Record, foi uma leitura rápida e envolvente. Essa é uma história de fantasmas e de experiência de quase morte. 

“As pessoas acham que fantasmas só aparecem à noite, ou no Halloween, quando o mundo está escuro e as paredes estão mais finas. Mas, a verdade é que fantasmas estão por toda parte.” 

Cassidy é uma menina que vê fantasmas. O melhor amigo, Jacob, é um fantasma. 

A história inicia com Cassidy na expectativa de ir passar as férias na praia, onde seria menos perturbada por fantasmas. 

Mas Cassidy acaba tendo que viajar com os pais para Edimburgo, Escócia, uma cidade antiga e, consequentemente, cheia de fantasmas. 

Cassidy sabe pouco sobre sua condição, sobre sua habilidade, dom de atravessar o véu. Jacob talvez saiba, mas ele não fala nada. 

Uma história de fantasmas e quase morte 

Em Edimburgo, Cassidy conhece Lara, uma menina que também tem a habilidade de atravessar o véu.

Cassidy, Lara e Jacob vivem momentos aterrorizantes ao enfrentarem um fantasma lendário, chamado Rapina Rubra. 

A Cidade dos Fantasmas tem várias referências a Harry Potter, então acho que os fãs vão se identificar com essa história. 

Cassidy tem um tipo de dom, mas ela não sabe quase nada sobre. Ao longo da história ela vai ganhando conhecimento, e também enfrentando perigos. 

Os pais da Cassidy são escritores e documentaristas de histórias de fantasmas. Eles são bem vida “deboas”. É irônico, pois a filha realmente vê fantasmas e eles não se dão conta disso. 

Um amigo fantasma misterioso

Jacob é o grande mistério dessa história. Vou ter que ler o próximo livro para saber mais sobre esse fantasma.

A Cidade dos Fantasmas fala de fantasmas, mas não é uma história aterrorizante. Eu adoro as histórias da Schwab. Nesse livro a escrita é uma delícia: fluida, limpa. 

Se vale a leitura? Sim, vale muito. Cassidy é uma criança lidando com um mundo sombrio, e não há ninguém a orientando. Eu lembrei da Coraline, de Neil Gaiman. 

About the author
Literamaníaca, seriemaníaca. Mãe de dois Dragões. Em metamorfose. Rezo para os deuses novos e antigos. Minhas jornadas são nas estrelas. A força está comigo. Não sei se tudo isso é verdade, só sei que foi assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *