Oblivion song: canção do silêncio || Robert Kiskman

Distopia Ficção Científica HQs Resenhas

Oblivion song: canção do silêncio || Robert Kiskman

Oblivion Song: canção do silêncio, vol. 1, Robert Kirkman, Editora Intrínseca. Faz um bom tempo que eu queria ler essa HQ, por dois motivos. O primeiro é que a ideia de outras dimensões da ficção científica sempre fascina. O segundo é que essa HQ é do mesmo criador de The Walking Dead. 

Dito isso

Há 10 anos 300 mil pessoas da Filadélfia foram transportadas para Oblivion, uma dimensão aterrorizante, cheia de aliens monstros. 

Uma equipe do governo, comandada pelo cientista Nathan Cole, conseguiu resgatar algumas pessoas. Mas a verba para o programa de resgate chegou ao fim. 

Nethan não desiste fácil. Ele acredita que ainda há pessoas por lá, esperando para serem resgatadas, por isso ele arrisca a própria vida, viajando entre as dimensões. Nem sempre as coisas saem como o esperado. 



As discussões nessa história vão muito além de aliens monstros e dimensões. Nesse primeiro volume, três temas se destacam: luto, traumas e o que significa morrer. 

As pessoas que foram separadas dos entes queridos vivem num limbo entre a dor da perda e a incerteza de não saber se elas ainda estão vivas.

Nathan Cole é uma dessas pessoas. Ele tem interesse pessoal em insistir nos resgates. As pessoas que voltam têm muita dificuldade em se adaptarem. O mundo não é mais o mesmo. E a vida em Oblivion deixa marcas. 

As pessoas de certa forma se adaptaram à vida em Oblivion. Será mesmo que elas querem ser resgatadas? E se a morte for isso, uma vida num outro mundo? 

Por fim, quero falar do traço e da paleta de cores. Um trabalho excelente. Ilustrações de Lorenzo de Falici. Annalisa Leoni é a profissional responsável pelas cores. A paleta roxa, verde e amarelo contribuem para intensificar o efeito da história, com cada cor ligada a um tema.

Se interessou pela obra? Compre aqui

O Blue book cult é integrante do programa de associados da Amazon. Comprando através do link acima, eu ganho uma pequena comissão e você ainda ajuda a manter o site no ar, além de ganhar minha eterna gratidão por apoiar meu trabalho.

About the author
Literamaníaca, seriemaníaca. Mãe de dois Dragões. Em metamorfose. Rezo para os deuses novos e antigos. Minhas jornadas são nas estrelas. A força está comigo. Não sei se tudo isso é verdade, só sei que foi assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *