Quando você voltou pra minha vida || Hilary Boyd

Resenhas Romance

Quando você voltou pra minha vida || Hilary Boyd

Você já deve ter ouvido o provérbio que diz: se o passado bater na sua porta não abra, pois ele não traz nada de novo. ⁣Quando você voltou pra minha vida, Hilary Boyd, Editora Record é a expressão dessa sabedoria popular. É senso comum? É. Mas traz algumas verdades. ⁣

Flora é a protagonista, uma enfermeira que viveu 8 anos com Fin, um alpinista que adora a liberdade dos picos mais altos. ⁣

Um dia Flora chega em casa e Fin simplesmente desapareceu. Ela chega a fazer um boletim de ocorrência do desaparecimento dele, achando que algo de ruim aconteceu, até perceber que ele foi embora por livre e espontânea vontade. ⁣

Três anos depois ele reaparece. E Flora descobre-se ainda amando o homem que foi embora sem dar nenhuma explicação. ⁣

Para quem gosta de romance sem muito compromisso com aprofundamento nas discussões “Quando você voltou pra minha vida” é esse tipo de leitura. ⁣

É uma leitura rápida, com uma protagonista na casa dos 40. Eu gosto muito quando leio histórias com mulheres mais velhas. ⁣

Flora passou por uma grande decepção amorosa e isso a deixou abalada psicologicamente, afetando a vida profissional. ⁣

Fin é um grande embuste. Não merecia a segunda chance da Flora. Extremamente egoísta.⁣

Um dos pontos que eu adorei acompanhar nessa história foi a vida profissional da Flora. Quando Fin foi embora, ela não conseguiu manter o trabalho na emergência de um hospital. ⁣

Depois, com o apoio da irmã, passa a trabalhar de enfermeira particular de uma senhora muito fofa, a Dorothea. ⁣

É muito legal a dinâmica da Flora com a Dorothea, as outras enfermeiras e o médico, Dr. Kent. Desde o início eu fiquei encantada com o médico. ⁣

Essa foi uma leitura que não estava muito animada, mas que o final me trouxe lições valiosas: deixe o passado no passado; uma vez embuste, sempre embuste. ⁣

About the author
Literamaníaca, seriemaníaca. Mãe de dois Dragões. Em metamorfose. Rezo para os deuses novos e antigos. Minhas jornadas são nas estrelas. A força está comigo. Não sei se tudo isso é verdade, só sei que foi assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *