Aurora Estela: A grande fila e O destino de Zeta Leonis

por Nilda de Souza

Hoje eu li dois contos: O Destino de Zeta Leonis e A grande fila, que fazem parte de Aurora Estelar, D. R. Laucsen@estudiocoverge um romance de ficção científica com lançamento marcado para o dia 12 de Outubro de 2020.

Quero falar um pouco das minhas impressões e, claro, deixar aqui essa dica de leitura para os fãs de sci-fi. 

Dos dois contos, o que eu mais gostei foi A grande fila. Ele tem uma força narrativa que me impressionou. Segue uma crescente que me levou a um estado angustiante no final. Breve e intenso. 

A grande fila é sobre questões políticas, econômicas e bélicas causadas pela grande façanha do homem, enfim, ter colonizado o espaço. 

Os habitantes do espaço declaram “independência” em relação à terra. As grandes nações, como Rússia, Estados Unidos, China não gostam nadinha disso. 

As coisas ficam estranhas. O mundo se divide em A Federação Terrana – China Rússia e Estados Unidos, e O consórcio – os que vivem no espaço. 

O narrador-personagem ficou com a Federação. Um dia eles chegaram e o levaram, junto com sua família, sem dizer pra onde ou o por quê. 

É nesse ponto que a gente percebe no que a Federação se tornou. Imaginar que toda a terra pode um dia ser uma única nação ditatorial é aterrorizante. 

Já o segundo conto, O Destino de Zeta, é ambientado no espaço e fala de experimentos sociais. O tema é ótimo. A linguagem é fluida, como no primeiro. Eu gostei muito. Ah, esse conto também faz a gente refletir sobre a legalização das drogas. 

Aurora Estelar logo mais estará em nós. Essa é minha dica de leitura de hoje.

Veja também

Deixe um comentário