O Rei Cruel || Holly Black | Editora Galera Record

por Nilda de Souza

O Rei Cruel, Holly Black, Editora Galera Record, segredo volume da série O povo do ar, Cardan agora é o rei do mundo das fadas, graças aos planos estratégicos de Jude. ⁣

Desde que li O príncipe Cruel que eu estava ansiosa para ler O Rei Perverso. Queria saber como seria o reinado de Cardan sob a influência de Jude. Mas mais do que isso, queria saber quando iria rolar. ⁣

Jude e Cardan é o típico casal que se suportam, mas soltam faíscas só de estarem no mesmo ambiente. ⁣

O Rei Cruel não me decepcionou: tem romance, tem mais intrigas palaciana, tem traições. Mas tem, principalmente, a difícil missão de manter o poder. ⁣

“Você pode pegar uma coisa quando não tem ninguém olhando. Mas defendê-la, mesmo com toda vantagem do seu lado, não é uma tarefa fácil”⁣

As traições vão dilacerar os corações mais sensíveis. ⁣

No primeiro livro, O príncipe Cruel, Jude é uma humana que foi levada para o mundo das fadas pelo general Madoc, padrasto e carrasco dos pais. ⁣

Jude e a irmã Taryn, apesar de viverem na corte e serem consideradas filhas do general, sofrem bullying o tempo todo nas mãos da turma do príncipe Cardan. Tudo muito violento. ⁣

Bom, mas como essa é uma fantasia jovem, o foco no romance é uma das características mais importante. ⁣

Eu vou confessar para vocês: eu leio livros só por causa dos romances clichês. Podem me julgar. E O Rei Cruel não decepciona. ⁣

Os pontos que eu achei fraco. ⁣
O vilão, ou os vilões não são tão poderosos a ponto de nos deixar apreensivos. Achei um pé no saco o personagem Locke. Continuo acho problemático a relação dele com Taryn. ⁣

Os pontos que eu gostei:⁣
Adorei ver que Cardan cresceu, mas o ainda cometendo erros. Jude continua sendo minha personagem preferida. Claro, ela ainda tem muito o que aprender sobre poder e confiança. Acho admirável os sentimentos dela pelos irmãos. ⁣

Leiam! É uma fantasia que conquista rápido. ⁣
Ah, eu li em e-book, pois não pude esperar o físico chegar. ⁣

Veja também

Deixe um comentário