Resenha de O terrível Gosmakente | José Arraba

por Nilda de Souza

O terrível Gosmakente chegou juntos com os homens de terno, com os homens de farda, com os fazendeiros. No inicio, parecia que esse pessoal trariam benefícios para todos que vivem na/da floresta. O bicho preguiça acreditava nisso. Mas o boto-cor-de-rosa sempre desconfiou.

Mas não demorou muito para as águas começaram a ficar poluídas e as florestas devastadas. Tudo isso por causa d’O terrível Gosmakente, um monstro que mora nas chaminés e nos tubos de esgotos das indústrias, que jogam sujeira no ar, na terra e na água.

O guardião das florestas

Vários animais se reuniram para falar sobre o que estava acontecendo. O que fazer para resolver o problema? Além dos animais, os índios e os seringueiros também estavam sendo prejudicados pelas as ações daquela gente.

Foi aí que tiveram a ideia de procurar ajuda com o guardião das florestas. Mas o problema é que ninguém conhecia essa tal guardião. Ele era só uma lenda? Onde encontrá-lo? Vocês querem saber como os animais expulsaram Gosmakente? 

O terrível Gosmakente traz um tema importante e sempre muito atual: o desmatamento ilegal da Amazônia e a poluição dos rios, que afeta animais, índios e seringueiros.

Quem vai colocar o sino no gato?

Os personagens são os animais. Tem o quati, o jaboti, o beija-flor, o pavão e muitos outros bichos. A construção da narrativa lembra muito a fábula A assembléia dos ratos

Esse é um livro para um leitor fluente, com uma história mais longa. A narrativa tem uma linguagem ritmada, que contribui na fluidez da leitura. O terrível Gosmakente é um ótimo livro para se trabalhar em sala de aula. Acho que mais do que nunca precisamos de uma consciência de preservação. E não existe melhor lugar para trabalhar essa ideia do que na escola. 

Por fim, preciso falar das ilustrações de Andréa Vilela. São lindas e expande ainda mais o sentido do texto verbal.

Veja também

Deixe um comentário