Resenha || A assombração da casa da colina | Shirley Jackson

por Nilda de Souza

A jornada termina no encontro dos amantes

Essa frase me acompanhou por toda leitura de A assombração da casa da colina. E aqui estou eu terminando minha jornada de leitura e resenha.

Eu, como muitos leitores, foi atrás do livro A assombração da casa da colina depois de assistir A maldição da casa da colina, série da Netflix baseada no livro.  A leitura me trouxe novas sensações, diferentes das da série, claro, por serem obras diferentes, por serem produzidas em mídias diferentes.

Porém, tenho que admitir algo, eu também tive sentimentos conflitantes, isso porque ficava comparando livro e série. A série me conquistou em vários momentos, principalmente na composição dos personagens. Causou um estranhamento os personagens no livro não serem uma família.

…até as cotovias e os gafanhotos, pelo que alguns dizem, sonham.

Mas vamos falar do livro. E que livro, minha gente! Shirley Jackson sabia o quê estava fazendo, não é à toa que é considerado um clássico do gênero e, por isso mereceu as duas adaptações para o cinema: Desafio do Além(1963) e A Casa Amaldiçoada (1999) e agora a série.

O livro de Shirley Jackson é considerado um das melhores histórias de terror do século XX. A Assombração da casa da colina coloca Shirley junto com grandes nomes do terror, como Allan PoeMary Shelley, H. P. Lovecraft, Bram Stoker, Anne Rice (vamos ficar só nestes). A obra de Jackson influenciou grandes nomes do terror e da fantasia, como Neil Gaiman e Stephen King.

Mansão do filme The haunting (Desafio do Além)

Experiência sobrenatural

Em A assombração da casa da colina, temos quatro personagens centrais – Eleanor, Theodora, Luke e o Dr. Montague. Os quatros se hospedam na famosa casa a convite do Dr. Montague, com objetivo de estudar os supostos fenômenos sobrenaturais que habitam o imóvel. Dr. Montague é um estudioso de casos sobrenaturais. A Casa da Colina, por ser misteriosa e contar com um histórico de casos estranhos, acaba sendo escolhida. Os mistérios que rondam a casa vêm desde a sua construção e seus primeiros habitantes, há mais de 80 anos.

Além dos quatro personagens citados, quero destacar ainda as personagens Sra. Dudley e  Sra. Montague. As duas contribuem, de forma significativa, para a atmosfera da casa.

Casa da Colina nada sã, erguia-se solitária em frente de suas colinas, agasalhando a escuridão em suas entranhas; existia há oitenta anos e provavelmente existiria por mais outros oitenta.

Minhas impressões

A primeira coisa que chamou minha atenção é que em A assombração da casa da colina a autora criou o terror usando o recurso sinestésico. É angustiante acompanhar os personagens trancados no quarto enquanto algo ou alguém bate nas portas. Parece que em algum momento, seja lá o que estar batendo, vai entrar.

E vento dobrando a grama? E o frio congelante em um só ponto do quarto? Cabe a imaginação do leitor dar uma livre interpretar cada som descrito. O terror vai surgir do  conhecimento, das experiências e expectativas do leitor. Imaginar na singularidade do seu repertório e em suas influências que tipo de fantasma, entidade do mal está batendo na batendo na porta.

Eu li algumas resenhas que consideraram a narrativa arrastada, uma enrolação. Já eu acho que A assombração da casa da colina é uma história para se ler com os sentidos.

É preciso ver através do som, do sopro do vento

Outro ponto interessantíssimo são os personagens. Cada um é afetado de um jeito pelo ambiente da casa. Mas, é em Eleanor que a casa encontra a porta mais acessível, por ser uma pessoa solitária e que precisava ser amada, mesmo que fosse por uma casa mal assombrada. A relação de Eleanor com Theodora é problemática. Uma hora até parece que as duas se amam, já em outras rola um despeito. O Dr. Montague parecia mais que estava era tirando umas férias da mulher. O coitado não conseguiu desenvolver nada da pesquisa. Já a Sra. Montague é uma de personalidade forte, apagando completamente o marido.

Já deu pra sentir o quanto eu gostei da leitura. Tem outras questões interessantes, mas por enquanto ficamos somente com os pontuados acima. Se você gosta de terror, então leia A assombração da casa da colina. Eu li em e-book, mas quero muito o livro físico.

16 comentários
0

Veja também

16 comentários

Larissa Dutra janeiro 24, 2019 - 2:21 pm

Olá, tudo bem? Caramba, esse livro parece ser mesmo assustador, hahaha. Eu não costumo ler livros desse gênero porque sou bem medrosa, mas parece ser um livro maravilhoso. Adorei tua resenha e dica!

Beijos,
Duas Livreiras

Reply
Nilda de Souza janeiro 27, 2019 - 11:39 pm

Beijos e obrigada pela visita!
Sim, é um livro ótimo!

Reply
Cibele janeiro 26, 2019 - 10:54 am

Ola!
Não conhecia o livro, mas parece ser uma grande obra. Não tenho costume de ler esse gênero, pois sou bem medrosa até mesmo com filmes de terror. Rs
Alguns amigos meus amam o gênero e vou indicar sua resenha para eles, quem sabe eles fiquem empolgados para ler.
Adorei a tua resenha, beijos!

Reply
Dayhara Ribeiro Martins janeiro 26, 2019 - 6:58 pm

Poxa vida, que resenha mais completa! Apesar de não ser um gênero que eu tenho o hábito de ler porque sou medrosa pra caramba, gostei demais dos pontos ressaltados por voce e tenho certeza que essa leitura seria muito interessante. Dica anotada!

Reply
Beatriz Andrade janeiro 26, 2019 - 10:39 pm

Oi, Nilda. Eu adorei esse livro, li bem antes da série. Adorei ver a sua opinião com a leitura!!!
Vou confessar uma coisa, mesmo tendo amado o livro eu gostei ainda mais da série, muito mais. Nossa, a série mexeu comigo de uma tal forma que nem sei explicar. E o que eu estranhei na série foi o fato dos personagens serem todos familiares hahaha

Reply
Nilda de Souza janeiro 27, 2019 - 11:38 pm

Eu também adorei a série. Os personagens como família é muito mais legal rsrsrsrs

Reply
Mayara Milesi janeiro 27, 2019 - 9:28 am

Ola!!!

Minha nossa, ha quanto tempo eu não vinha ao seu blog, como ele está lindo!!! Parabens!!!

Sua resenha está realmente incrível e muito bem escrita, porem, infelizmente, eu não sou uma leitora assídua do gênero terror, tenho muito problema com ele por ser realmente medrosa, mas amei a sua resenha e tenho certeza que esse livro deve ser realmente incrivel!

beijos

Reply
Nilda de Souza janeiro 27, 2019 - 11:36 pm

Obrigada, Mayara!
Sim, sim muita gente não gosta do gênero.

Reply
jaque reis janeiro 27, 2019 - 12:38 pm

Olá!
Confesso que andei desanimando da leitura justamente por ler comentários sobre ser arrastado e tal. Que bom que você gostou da leitura e trouxe outra perspectiva, realmente deve ser um livro eletrizante e impactante de outras formas mais sutis, mas que não deixam de ser terror também. Enfim, espero poder ler em breve também

Reply
Nilda de Souza janeiro 27, 2019 - 11:34 pm

O terror psicológico é sempre mais arrastado, pois ela vai penetrando aos pouco.
Beijos e obrigada pela visita

Reply
Maria Luíza Lelis janeiro 27, 2019 - 8:29 pm

Olá, tudo bem?
Eu ainda não conhecia esse livro, mas admito que não faz meu estilo. Eu não leio e nem assisto terror, por isso nem o livro e nem a série despertam meu interesse. No entanto, lendo a sua resenha ficou evidente o quanto você gostou da leitura e fiquei feliz por perceber que o livro faz jus a classificação como um clássico da literatura. Adorei conferir sua resenha e acredito que, para quem gosta de terror, essa deva ser uma leitura incrível.
Beijos!

Reply
Nilda de Souza janeiro 27, 2019 - 11:33 pm

Terror não é um gênero que agrade a todos, pois há a questão de lidar com os nossos medos.
Obrigada pelo comentário 🙂

Reply
Cabine de leitura janeiro 28, 2019 - 9:38 am

Tive o prazer de ler esse livro e simplesmente amei, não é a toa que é considerado um dos melhores. Realmente é angustiante acompanhar alguns momentos da casa e eu acho que toda a narrativa foi feita para mexer com a imaginação do leitor, concordo que seja para ler com os sentidos.

Reply
Nilda de Souza janeiro 30, 2019 - 8:06 pm

Sim,sim é um livro que mexe com imaginação do leitor. É uma construção posso a passo do terror.

Reply
Ana Caroline Santos janeiro 28, 2019 - 9:56 pm

Olá, tudo bem? Realmente, as resenhas que tinha lido até agora sobre o livro falam sobre uma leitura muito densa, e arrastada, enfim, a maioria achando bem ruim. É a primeira resenha positiva que vejo, e pelo que noto gostou muito. Não é uma temática do meu interesse atual, mas reconheço sua importância. Quem sabe eu comece pela série e assim me anime para ler a obra escrita. Adorei a resenha!
Beijos,
http://diariasleituras.blogspot.com.br

Reply
Paac janeiro 30, 2019 - 11:27 pm

Eu quero muitoo ler esse livro mas infelizmente me falta tempo, eu prefiro ler a obra já que sou medrosa demais pra série kkk

Reply

Deixe um comentário