Resenha || Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente | Editora Globo Alt

por Bruna Carolina

 

Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente ou TCD é baseado em uma página do Facebook , em que contém textos com parágrafos grandes e pequenos sobre amores que não deram certo, sobre a vida, recomeço, saudade de algo que passou, amor próprio. Além da página no Facebook, tem a página no Instagram, Tumblr e Twitter. Os autores Igor Pires e Gabriela Barreira, contam com o apoio da ilustradora Anália Moraes que ajuda a deixar os textos ainda mais especiais. Para quem curte o gênero dos livros dos autores Fred Elboni, Matheus Rocha, Ique Carvalho, Lucão provavelmente vai gostar de TCD.

O livro divide os capítulos em quatro partes, e é muito fácil de ler. Eu sou muito fã de livros desse gênero (Amo os livros do Matheus Rocha e do Fred), porém este não me agradou muito, mas ainda assim eu consegui ler bem rápido apesar da falta de tempo.

pra quando você se esquecer de mim

Primeira parte do livro traz textos sobre términos de relacionamentos, sobre saudade de algo que passou e de pessoas que passaram pela sua vida deixando alguma marca, e sobre fazer aquela pessoa não esquece de você e dos momentos que viveram juntos. Foi o capítulo mais difícil de ler, achei até meio agressivo, pois o autor não mede as palavras e não tem medo de ferir seus sentimentos caso você se identifique com alguma coisa.

o que dói não é a saudade de me sentir acolhido no seu

desejo de estar comigo

 

é a ausência contínua de não saber se você volta.

a memória é uma pele

No segundo capítulo os textos são maiores (o que eu prefiro) e aborda assuntos parecidos com o primeiro, porém tem mais textos sobre amor próprio, abandono, relacionamentos ou a falta deles, solidão e sexo. A agressividade nas palavras permanecem, porém as ilustrações dessa parte do livro são lindas e conseguem complementar bem cada texto.

o meu amor por mim

me salvou

 

obrigada por me mostrar

isso – da maneira mais

honesta e desagradável

possível.

 

O terceiro capítulo “pra você não se esquecer de sentir” e o quarto “a felicidade é uma arma quente” falam sobre recomeços, reciprocidade, é uma mistura de todos os outros temas. Foram os meus capítulos preferidos e mais gostosos de ler, apesar de ainda ter aquela agressividade dos dois primeiros capítulos.

quero que se lembre: um dia, você abrigará tanto amor

dentro de si que será capaz de calar todos os poros

infectados pelos traumas que deslizam pelo seu corpo.

TCD é um bom livro dentro do gênero, porém não é o meu preferido.

É compreensível toda a repercussão que o livro teve nas redes sociais, mas não é o tipo de livro que gostaria de ler novamente. O publico alvo do livro são os adolescentes que atualmente muitos deles sofrem de depressão e ansiedade, e o que mais senti falta nesse livro foram palavras de esperança e de que tudo pode ficar bem no final. Claro que um texto ou outro abordou o assunto, mas dentro de tantos foi muito pouco.

Achei as palavras agressivas e negativas demais, algo que para alguém que ainda tem problemas mal resolvidos pode ser muito bruto. Faltou mais leveza e delicadeza nos textos, bom, o nome do livro condiz exatamente com os textos… são cruéis.

Veja também

2 comentários

Karoline Lima janeiro 6, 2019 - 3:32 pm

Oi, Bruna. Vi teu perfil e também sou apaixonada pelo Ed Sheeran <3
Acompanho as redes sociais de tcd e confesso que gosto muito dos textos porque geralmente representam muito o que estou sentindo, então é como se materializasse meus sentimentos e fica até mais fácil de explicá-los. Ainda não li o livro inteiro, só alguns textos soltos. Entendo perfeitamente quando você diz que é meio prejudicial quando ele só faz a pessoa sentir mas não dá uma esperança que esses sentimentos indesejados irão passar, parece que vamos ficar para sempre submersos no que estamos sentindo agora.
Um livro do Matheus também tem textos sobre términos, mas logo adiante há uma parte que ele fala sobre a superação, e isso dá uma nova perspectiva sobre o futuro. O que é bem legal.

Amei seu blog, espero você no meu também <3

Reply
Bruna Carolina janeiro 14, 2019 - 12:41 am

Oi Karoline, tudo bem?
Ed Sheeran e Matheus Rocha são uns amorzinhos, sou muito fã mesmo hahaha.
Ah eu só faço algumas resenhas aqui, o blog é da Nilda haha <3
Obrigada pelo comentário! Beijos 😉

Reply

Deixe um comentário