Resenha || Adágios | José Vieira

por Nilda de Souza

Adágios é um livro com cinco contos – O Milagre de Adelaide, A Tristeza de Josefina, As Lágrimas de Guilhermina, As Vivências de Eva e O Triste Fado de Graça. Todos os contos trazem protagonistas mulheres.  Os temas giram em torno do amor, família, violência domestica, morte, pobreza, abuso e a condição da mulher na sociedade, entre outras questões.

Algo bem marcante é a questão da religiosidade. Uma ou dois vezes a religiosidade aparece como crítica, porém se destaca mesmo como questão de fé. Eu tive a impressão que a religiosidade é marcada até mesmo no estilo de linguagem da autora. Há contos que começam com:

O ano de 1935 de Nosso Senhor Jesus Cristo tinha começado há poucos meses.

 

As histórias são ambientadas no campo-aldeia, num passado distante. Há um conto que data o ano de 1935 (foto). Por ser neste tipo espaço os dramas vividos pelas personagens fica ainda mais acentuado. Esse e um ponto que eu gostei, a ambientação. Se a vida das mulheres é difícil hoje, imagina em épocas passadas.

Minhas impressões de leitura de Adagios

Primeiro preciso dizer que eu fui para essa leitura totalmente no escuro, não havia lido nenhuma resenha, e também não conhecia a autora. Eu comecei a ler o primeiro conto e fiquei empolgada, pois os temas abordados são interessantes e eu, particularmente, gosto de histórias que tragam personagem femininas em destaque.

Bom, minha empolgação foi diminuindo na medida em que não consegui me conectar com nenhumas das protogonistas. Não sei dizer exatamente o motivo. Não sei, mas acho que tem a ver com a expressividade da narrativa. As história são apresentadas em palavras nuas. Eu li, não lembro onde (acho que é Afrânio Coutinho), que literatura consiste na transfiguração, isto é, na transformação do real em elemento literário. O que os críticos chamam de conteúdo estético.  Adágios parece que não consegue ultrapassar a barreira do real.

 

Então é isso, acho que o leitor seria mais impactado pelos dramas e infortúnios vividos pelas personagens se  houve esse trabalho de lapidação das palavras. Mas vale ressaltar que essa foi minha experiência de leitura. Volto a destacar que Adágios tem seu valor pelos temas abordados.

Sobre a edição: Adágios é um livro simples. A capa chama atenção por causa dos pássaros. Não tenho certeza, mas acho que são andorinhas.

 

10 comentários
0

Veja também

10 comentários

Silviane Casemiro dezembro 13, 2017 - 5:50 pm

Ooi! De começo fiquei super interessada, mesmo não gostando de contos. Acho que por se tratar de uma leitura que fala sobre mulheres; Mas eu não consigo gostar de nenhuma obra que não me conecte com os personagens e como você citou que não conseguiu isso com essa leitura e acabei até desistindo de ir procurar algo mais sobre esta obra.

Reply
Nilda de Souza dezembro 15, 2017 - 10:55 pm

Eu gosto de personagens que conquiste o leitor, não foi o caso das protagonistas dos contos desse livro. Bom, mas essa é só minhas impressões de leitura. Talvez se você ler tenha outra impressão.
Beijos!

Reply
Ana Caroline dezembro 14, 2017 - 1:28 pm

Olá, tudo bem? Nossa é complicado quando não conseguimos conectarmos com personagens. Se isso já é difícil em uma história longa, que dirá m um conto. Acho o tema importantíssimo, porém se não houver uma conexão com os protagonista, fica difícil de até você querer ler porque também teremos 500 outros livros tratando do mesmo tema. Ainda estou pensando se lerei futuramente ou não, mas isso não anula sua ótima e sincera resenha!
Beijos,
diariasleituras.blogspot.com.br

Reply
Nilda de Souza dezembro 15, 2017 - 10:56 pm

Obrigada pelo comentário. Sim, sim anota para uma leitura no futuro.
Beijos

Reply
Falkner Moreira dezembro 14, 2017 - 9:13 pm

É uma grande pena quando a gente não se envolve com os personagens ou com a trama… Eu, particularmente, ainda tenho um problema que é não conseguir me envolver com contos /estorias muito curtas. São raros os contos que realmente me deixam fisgado.

Reply
Nilda de Souza dezembro 15, 2017 - 10:57 pm

Eu adoro contos. Foi por meio deles que acabei me apaixonando pela literatura.

Reply
Bárbara Prado dezembro 17, 2017 - 8:03 pm

Eu amo livros de contos com esses temas, e por serem com protagonistas mulheres eu me interessei mais ainda… Uma pena que a leitura não tenha fluído tanto pra você, vou pensar se vou colocar ele na wishlist ou não…
Bjs

https://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

Reply
Letícia Delicor dezembro 17, 2017 - 8:51 pm

Oii
achei legal os contos terem protagonistas mulheres. Livros de contos são na maioria das vezes leituras complicadas para mim. Uma pena que a leitura não foi tão boa para você!
Bjus

Reply
Debyh dezembro 20, 2017 - 12:53 pm

Olá,
O ruim de livros com linguagens complexas, ao menos pra mim, é manter o foco. Tenho uma tendencia enorme em livros do gênero em me perder e não me importar com a história já que não está prendendo minha atenção. Mas de qualquer jeito gosto de ler dramas, talvez esse não seja tão interessante quanto outros que li, quem sabe um dia.

Debyh
Eu Insisto

Reply
cila-leitora voraz dezembro 20, 2017 - 5:06 pm

Oi Nilda, sua linda, tudo bem?
Que pena que você não conseguiu se conectar com as protagonistas. Eu confesso que não costumo ler livros de contos, gosto mais de histórias únicas. E com sua ressalva ainda, percebo que não funcionaria para mim.
beijinhos.
cila.
http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

Reply

Deixe um comentário