Resenha || A Poção Secreta | Amy Alward

Resenhas

Resenha || A Poção Secreta | Amy Alward

 

Em A Poção Secreta de Amy Alward somos apresentados a um mundo mágico repleto de criaturas fantásticas. Aqui alquimistas e talentosos são maioria na cidade, e o uso de poções ainda é frequente. Só para deixar claro, os alquimistas são pessoas comuns que preparam as poções com ingredientes mágicos, e os talentosos são aqueles que podem realizar algum tipo de magia.

Nesse cenário conhecemos a Princesa Evelyn pertencente à família real de Nova. Ela está prestes a completar seu 18º aniversário e, por essa razão, há um grande destaque da mídia em sua festa, pois além de ser seu aniversário, ela irá também anunciar o escolhido para ser seu noivo, assim como mandava a tradição da família real.

Toda a cidade aguardava ansiosamente pelo anuncio, mas nem tudo aconteceu como o previsto. A princesa apareceu diante do público com uma expressão estranha. E não encarava nada além de si mesma pelo reflexo do espelho, minutos depois todos perceberam que algo não estava bem. A princesa preparou uma poção do amor e acabou ingerindo por acidente, e apaixonando-se por seu reflexo.

Casar, ou ser casada à força. Mas estamos no século XXI, ela pensou com raiva. Foi por isso que ela preparou a poção do amor. Queria ter o seu destino nas próprias mãos.

A partir de então, o desespero para salvá-la tem início e a família real não vê outra solução além de convocar uma Caçada Selvagem, onde alquimistas da cidade foram convocados para encontrar ingredientes e preparar uma poção do amor que faça a princesa voltar a sua vida normal, já que ela passa dias inteiros admirando a sua própria beleza, e já não é capaz de controlar os poderes mágicos causando uma série de acidentes.

Com o inicio da caçada conhecemos Samantha Kemi, pertencente a uma tradicional família de alquimistas ela decide entrar na competição para tentar melhorar os negócios da família, já que depois da venda de poções sintéticas, a produção e venda de poções com ingredientes naturais caiu bastante. Além disso, seu talento para produzir poções era considerável, e ela teria grandes chances de salvar a princesa.

Além de Samantha e sua coletora de ingredientes Kirsty, outros alquimistas também estavam na caçada, incluindo Zol e seu filho Zain (os produtores das poções sintéticas) e ainda Emília, uma tia da princesa que foi expulsa do reino anos atrás e que foi convocada juntamente com os demais.

A cada novo ingrediente a ser buscado, uma nova aventura surgia, e claro não foi nada fácil chegar até eles e nem tê-los em mãos, pois além de todas as dificuldades, alguém estava sabotando Samantha e os demais participantes.

Às vezes as melhores poções são as mais simples: apenas deliciosos grãos de café, moídos para deixar a bebida mais perfumada, filtrados com água e misturado com leite cremoso e várias colheres de açúcar. Não é preciso muito para cativar uma pessoa… mas e para fazê-la se apaixonar perdidamente?

Minhas impressões sobre a leitura A Poção Secreta 

Confesso que comecei a leitura de A Poção Secreta sem muita empolgação, e também não conhecia muito da história, porém, conforme foram surgindo novas aventuras, eu passei a ler esse livro com uma voracidade sem igual, pois queria saber quais eram os novos ingredientes e se Samantha conseguiria pegá-los.

E por falar em Samantha, eu preciso admitir como gostei dessa personagem que é o grande destaque do livro, a maioria dos capítulos são narrados por ela. E como ela é forte e destemida (considerando que é apenas uma garota de 18 anos) me empolguei muito com as suas aventuras e ainda mais com os lugares mágicos pelos quais ela foi em busca dos ingredientes para a poção.

A leitura até tem um pouquinho de romance, mas o foco mesmo está nas aventuras dos participantes da caçada para salvar a vida da princesa, e embora essa seja uma obra infantojuvenil, não achei a leitura menos atrativa para jovens e adultos.

About the author
Cativada pelos livros, encontrou o seu lugar no mundo. Cada página lida é um novo sonho, um novo sorriso e a esperança de dias melhores.

10 Comments

  1. Oi Mayara,
    Adorei ler sua resenha! Quando lançaram o livro eu fiquei louca pra ler. Depois de ler algumas resenhas eu percebi que não é muito o meu estilo, principalmente por ser mais juvenil, e essa empolgação diminuiu. Gostei da sua resenha e de ver como você gostou do livro, mas mesmo assim não me senti empolgada para ler.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

  2. Oi, tudo bem?
    Eu já li algumas resenhas sobre esse livro e quase todas foram positivas como a sua.
    Confesso que, a princípio, eu não fiquei muito curiosa para ler. No entanto, acho que pode ser só algo de momento, pois normalmente eu gosto muito de livros de fantasia.
    Mas por ser um livro tão elogiado e por você ter avaliado bem os personagens, algo que considero muito importante, vou deixar a dica anotada para ler em outro momento.
    Beijos!

  3. Gostei muito do seu blog e da forma que vc codifica a resenha ^^
    Sobre o livro me pareceu muito interessante, quando comecei a ler o negocio de ir na tv e escolher o noivo quase enfartei esperando um novo a seleção, ainda bem que não foi. Adorei o livro e já entrou na wish pra blavckfriday! =D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *